GO

Tema central: "Potencialização florestal - tecnologias, estratégias e experiências sustentáveis" 

PALESTRANTES
________________________________________

 

Daniel Arrifano Venturi  
Analista de Conservação e Restauração Sênior do WWF-Brasil  
CONFERENCIA
AVANÇOS E DESAFIOS DO REFLORESTAMENTO AMBIENTAL NO BRASIL
 
Possui graduação em Gestão Ambiental pela Universidade de São Paulo (2011) e Mestrado em Conservação de Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável pela ESCAS/IPÊ (2020). Atua há mais de 10 anos com projetos de conservação da Mata Atlântica, incluindo boas práticas agrícolas, manejo florestal, certificação florestal, conservação de espécies, restauração florestal e gestão de áreas protegidas privadas (RPPNs). Hoje atua como Analista de Conservação e Restauração Sênior do WWF-Brasil, liderando projetos de restauração em colaboração com setor privado na Mata Atlântica.  
     
Diogo Denardi Porto  
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa Semiárido  
PAINEL E DEBATE
RESTAURAÇÃO PRODUTIVA – GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL (BIOMA CAATINGA)
 
Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e doutorado em Biologia Molecular pela mesma Universidade (2009). Adquiriu experiência, durante o doutorado, na área de Botânica e Biotecnologia, com ênfase em Metabolismo Secundário e Crescimento Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: metabolismo secundário, produtos naturais, radiação ultravioleta, biotecnologia e produção vegetal. No pós-doutorado desenvolveu atividades de genética molecular e genômica de macieiras, envolvendo análise de microarranjos, construção de bibliotecas de ESTs, expressão gênica, transformação genética e bioinformática. Atualmente é pesquisador na Embrapa Semiárido na área de Uso Sustentável de Recursos Naturais, onde desenvolve pesquisas buscando prover bases para atividades de manejo e uso sustentável da flora no âmbito do bioma Caatinga.  
     
Diomar Biasutti  
SUZANO  
ESPAÇO EMPRESARIAL/INSTITUCIONAL
SUZANO - Restauração Ecológica: inovações p/geração de renda e benefícios para a biodiversidade
 
 
     
Fabiana Gomes Ruas  
Pesquisadora e coordenadora do Projeto Biomas/Mata Atlântica – INCAPER/ES  
PAINEL E DEBATE
RESTAURAÇÃO PRODUTIVA – GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL (BIOMA MATA ATLÂNTICA)
 
Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES, possui especialização em Ecologia e Recursos Naturais, é mestre e doutoranda em Biologia Vegetal pela mesma instituição. Funcionária do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper desde 2007, ocupa cargo de Coordenadora de Recursos Naturais; é membro dos seguintes espaços: Fórum Origem Capixaba de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas; Comissão Estadual da Produção Agroecológica e Orgânica - CEAPO; Comitê Técnico e Grupo Governamental de Trabalho para Pólo de Silvicultura de Espécies Nativas no Estado do ES - GT Nativas. É articuladora das Redes de Ater Nacionais e Estaduais de Produtos e Mercados Diferenciados da Agricultura Familiar, com foco em Plantas medicinais e Sociobiodiversidade (Produtos da Floresta). Foi coordenadora do Projeto Biomas/ Mata Atlântica de 2010 a março/2021; atua em projetos de Pesquisa e ATER nas áreas de Sociobiodiversidade (Produtos da Floresta e Plantas Alimentícias Não Convencionais - PANC's), de plantas produtoras de bioativos (medicinais, aromáticas, condimentares e nutracêuticas) e Programa Palmáceas, oriundos de plantios de espécies nativas, de sistemas de produção integrada, Sistemas Agroflorestais-SAF e da regularização ambiental de APPs e de ARLs, articulando parcerias e arranjos produtivos locais. Responsável pela condução dos Bancos Ativos de Germoplasma (BAG) envolvendo as cadeias produtivas de Aroeira (Schinus terebinthifolia), da palmeira Juçara (Euterpe edulis) e da Sapucaia (Lecythis pisonis).  
     
Fernanda Rodrigues  
Diretora Executiva do Diálogo Florestal Nacional - Curitiba/PR  
PALESTRA E DEBATE
COMUNICAÇÃO E CONECTIVIDADE DE INICIATIVAS E PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE NA SUPERAÇÃO DOS DESAFIOS
 
Engenheira Florestal e Mestre em Economia e Política Florestal pela UFPR, com graduação-sanduíche na Universidade de Freiburg. Como consultora, atuou em projetos de regularização e licenciamento ambiental e na assessoria para certificação florestal em vários estados, incluindo Amazônia e também internacionalmente. Trabalhou na área de certificação florestal na Klabin e como coordenadora técnica no FSC Brasil. Secretária executiva do Diálogo Florestal e secretária executiva interina do Fórum Florestal da Amazônia, ainda integra o Steering Committee do The Forests Dialogue, é representante alternativa das mulheres no Fórum das Nações Unidas sobre Florestas e conselheira diretoria da Rede Mulher Florestal.  
     
Fernando Castanheira Neto  
Serviço Florestal Brasileiro  
PAINEL E DEBATE
SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS DA APLICAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO (LEI DE PROTEÇÃO DA VEGETAÇÃO NATIVA)
 
Mineiro de Urberlândia, 53 anos, é Engenheiro Florestal, com Doutorado em Ciências Florestais pela Universidade de Brasília. Atua desde 1995 na formulação e implementação de políticas públicas, com ênfase na área florestal, tendo ocupando funções de coordenação no governo federal, no Ministério do Meio Ambiente (1995 a 2000), na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (2011 a 2015) e no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (2016), e no setor privado ocupou cargo executivo em entidade de representação do setor de base florestal (2000 a 2011). Desde maio de 2019 exerce a função de Coordenador-Geral de Fomento e Inclusão Florestal, na Diretoria de Desenvolvimento Florestal do Serviço Florestal Brasileiro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.  
     
Helen Guimarães  
Mútua-BA  
ESPAÇO EMPRESARIAL/INSTITUCIONAL
MÚTUA/BA - Conheça a Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea
 
 
     
José Felipe Ribeiro  
Embrapa  
PAINEL E DEBATE
RESTAURAÇÃO PRODUTIVA – GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL (BIOMA CERRADO)
 
Graduação em Biologia pela Universidade Estadual de Campinas (1976), mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (1983) e doutorado em Ecologia - University of California - DAVIS- USA (1991). É pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária atuando na Embrapa Cerrados. Trabalha na área de Ecologia, com ênfase em Biodiversidade nos temas: biodiversidade, biogeografia, germinação de sementes, recuperação e restauração de ambientes em Reserva Legal e de Preservação Permanente e da Transferência dessas Tecnologias junto aos Projetos Paisagens Rurais do Cerrado e PRA-Valer em parceria com o Serviço Florestal Brasileiro, o Sistema CNA/SENAR, GIZ e o Ministério da Agricultura e ainda na ferramenta eletrônica WebAmbiente no projeto GEF Terrestre/Funbio na parceria com o Ministério do Meio Ambiente para apoiar a recomposição de áreas para atender a legislação de proteção da Vegetação Nativa (novo código florestal) nos diferentes biomas nacionais.  
     
Leandro Mosello Lima  
MoselloLima  
PAINEL E DEBATE
SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS DA APLICAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO (LEI DE PROTEÇÃO DA VEGETAÇÃO NATIVA)
 
Especialista em Direito Ambiental, Florestal e Sustentabilidade. Sócio-Diretor da MoselloLima Advocacia. MBA em Direito Agrário e Ambiental pelo IBMEC. Professor Universitário de Direito Ambiental, Constitucional e Administrativo. Presidente da Comissão Especial do Agronegócio da OAB-BA. Coordenador Jurídico da Associação das empresas de base florestal do Estado da Bahia - ABAF. Membro do Comitê de Sustentabilidade da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo - FINDES. Palestrante de diversos congressos e seminários. Eleito um dos advogados mais admirados do Brasil (Análise 500, 2018, 2019, 2020 e 2021). Autor do livro Manual de Direito Florestal (2021).  
     
Marcelo Leoni Schmid  
Grupo Index  
PALESTRA
GERAÇÃO DE CRÉDITOS DE CARBONO EM PROJETOS DE RECUPERAÇÃO FLORESTAL
 
Marcelo Schmid, sócio-diretor do Grupo Index, é engenheiro florestal, advogado e mestre em economia e política florestal, atua como diretor de negócios para a América Latina da Forest2Market do Brasil, que desenvolve análises de mercado florestal baseadas em dados de transações reais de madeira. Marcelo conta com mais de 22 anos de experiência na prestação de serviços nas áreas florestal/ambiental em todo Brasil, também é membro do grupo permanente de especialistas da UNFCCC (ONU) para avaliação de novas metodologias de projetos de MDL. Além disso é especialista do Verified Carbon Standard – VCS.  
     
Marcos Franklin Sossai  
Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEAMA / ES  
PAINEL E DEBATE
EXPERIÊNCIAS PÚBLICAS E PRIVADAS EXITOSAS EM REFLORESTAMENTO AMBIENTAL
 
Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1997). Especialização em Manejo Integrado de Pragas (1998), Mestrado em Ciência Florestal (2001) e Doutorado em Entomologia (2005). Atua desde 2003 como servidor do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Espírito Santo - IEMA, onde já exerceu interinamente a Presidência do órgão. De maio de 2008 a abril de 2011 atuou como Gerente de Recursos Naturais do IEMA. Atuou como coordenador do Projeto Florestas para Vida entre os anos de 2008 e 2014. Em 2011 foi o principal responsável pelos esforços de elaboração e implementação do Programa Estadual de Ampliação da Cobertura Florestal do Espírito Santo: Programa Reflorestar, onde atual até a presente data como gerente de implementação. Atuou com professor da disciplina Responsabilidade Social e Ambiental, oferecida pelo curso de Direito da Fundação Castelo Branco, Colatina - ES, de 2010 a 2020 e atua como professor do curso de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (PROFÁGUA), UFES desde abril de 2021.  
     
Mariana Oliveira  
WRI Brasil  
PALESTRA E DEBATE
LINHAS E FONTES DE RECURSOS FINANCEIROS EM REFLORESTAMENTO AMBIENTAL
 
Gerente do Programa de Florestas, Uso da Terra e Agricultura do WRI Brasil. Geógrafa formada pela Universidade Estadual Paulista, possui Especialização em Gerenciamento Ambiental na Universidade de São Paulo e a Certificação em Conservação, Restauração e Uso Sustentável de Paisagens Florestais Tropicais pela Iniciativa de Liderança e Capacitação Ambiental (ELTI) da Universidade de Yale.  
     
Miguel Calmon  
Conservação Internacional  
PAINEL E DEBATE
EXPERIÊNCIAS PÚBLICAS E PRIVADAS EXITOSAS EM REFLORESTAMENTO AMBIENTAL
 
Miguel Calmon é PhD em Ciências do Solo pela Universidade Penn State, mestre em Engenharia de Irrigação pela Katholieke Universiteit Leuven e Engenheiro Agrônomo pela Universidade Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Durante 15 anos atuou na área de pesquisa e extensão rural e gestão de empreendimentos agropecuários. Nos últimos 20+ anos tem atuado na agenda de conservação e restauração florestal e mudanças climáticas. Atualmente trabalha na Conservação Internacional como Lider de Financiamento de Carbono nas Americas e é Co-Lider do Fórum Florestas Nativas e da FT Silvicultura de Espécies Nativas da Coalizão Clima, Florestas e Agricultura.  
     
Márcio Nappo  
BRACELL  
ESPAÇO EMPRESARIAL/INSTITUCIONAL
BRACELL - Sustentabilidade do Começo ao Recomeço
 
Vice-presidente de Sustentabilidade e Comunicação  
     
Patrícia da Silva Machado  
Indústria Brasileira de Árvores (Ibá)  
PAINEL E DEBATE
EXPERIÊNCIAS PÚBLICAS E PRIVADAS EXITOSAS EM REFLORESTAMENTO AMBIENTAL
 
Engenheira Florestal, mestre e doutora pela Universidade Federal de Viçosa, com doutorado Sanduíche pela University of Tasmania/Austrália. Atualmente, Patricia está como gerente de Políticas Florestais e Bioeconomia da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), associação responsável por representar institucionalmente a cadeia produtiva de árvores plantadas, do campo à indústria, com seus principais públicos de interesse. Patrícia trabalha diretamente em temas relacionados à licenciamento, defesa florestal, biodiversidade, inovação, biotecnologia, bioeconomia, entre outras agendas ambientais com interação com stakeholders de instituições nacionais e internacionais.  
     
Paulo Sérgio dos Santos Leles  
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ  
PAINEL E DEBATE
ESTRATÉGIAS E EXPERIÊNCIAS PARA OTIMIZAÇÃO DE CUSTOS E RESULTADOS NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL
 
Engenheiro Florestal e Mestrado pela UFV. Doutorado em Produção Vegetal, pela UENF. Professor de Silvicultura, do Instituto de Florestas, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Leciona e orienta a nível de graduação e de Pós Graduação. Linhas de pesquisas: controle de plantas daninhas e uso de biossólido de lodo de esgoto na formação de povoamentos para restauração da Mata Atlântica.  
     
Sebastião Venâncio Martins  
Universidade Federal de Viçosa - UFV/MG  
PAINEL E DEBATE
ESTRATÉGIAS E EXPERIÊNCIAS PARA OTIMIZAÇÃO DE CUSTOS E RESULTADOS NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL
 
Engenheiro Florestal, Mestre em Ciência Florestal e Doutor em Botânica, Professor Titular do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Viçosa. Bolsista Produtividade Cientifica nível 1A do CNPq, publicou 215 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais, 16 livros e 53 capítulos de livros. Coordenador do LARF – Laboratório de Restauração Florestal da UFV, coordena projetos em parceria com grandes empresas dos setores de mineração, celulose e geração de energia. Líder Técnico do GT Restauração, grupo temático vinculado a SIF – Sociedade de Investigações Florestais.  
     
Silvio Brienza Junior  
Embrapa Amazônia Oriental/Embrapa Florestas  
PAINEL E DEBATE
RESTAURAÇÃO PRODUTIVA – GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO NA RESTAURAÇÃO FLORESTAL (BIOMA AMAZÔNICO)
 
Graduação em Engenharia Florestal pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP (1978), mestrado em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa - (UFV) (1988) e doutorado em Agricultura Tropical pela George August University of Goettingen, Alemanha (1999). Foi professor do curso de pós-graduação de doutorado em Ciências Agrárias da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA; 2001 até 2012), e colaborador do curso de mestrado em Ciências Ambientais da Universidade Federal do Pará (UFPA). É pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental desde maio de 1979. Já liderou vários projetos de pesquisas, entre eles, com abrangência no bioma Amazônia, o projeto "Avaliação, Reconhecimento e Validação Científica de Iniciativas Inovadoras de Produção e de Indicadores de Serviços Ambientais nos Polos do Proambiente" (financiamento da Embrapa e do Ministério do Meio Ambiente) e no Estado do Pará os projetos "Restauração e produção de florestas sustentáveis para o Estado do Pará" (parceria com a Universidade Federal de Viçosa e com financiamento do Fundo Vale); "Inovação da cadeia produtiva florestal madeireira para promoção do desenvolvimento sustentável do estado do Pará" (financiamento da FAPESPA); e "Conservação e recuperação de áreas degradadas em propriedades de agricultura familiar na Amazônia" (financiamento da International Tropical Timber Organization, governo do Japão). De outubro de 2013 a julho de 2017 exerceu a função de Chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Amazônia Oriental, tendo oportunidades de participar de atividades como dia-de-campo; oficinas e caravana de demandas sociais para restauração de passivos ambientais em propriedades rurais. Atualmente está sediado na Embrapa Florestas, em Curitiba-PR, dedicando-se a estruturação de pesquisa sobre espécies florestais nativas nos biomas Amazônia e Mata Atlântica.  
     
Victoria Rizo  
FFBA - Fórum Florestal da Bahia  
ESPAÇO EMPRESARIAL/INSTITUCIONAL
FFBA - Fórum Florestal da Bahia e as Iniciativas de Restauração Florestal no Território de Atuação